Por que pomos os pingos nos is?

Um(a) leitor(a) que não se identifica me pergunta de onde veio a expressão “pôr os pingos nos is”. Aqui vai minha resposta.

A expressão “pôr os pingos nos is” significa organizar o que está confuso, discernir entre uma coisa e outra, definir o lugar de cada coisa, etc. Mas por que, quando queremos pôr ordem no caos, dizemos que vamos colocar os pingos nos is?

Originalmente o “i” não tinha pingo. Na época romana, só havia as letras maiúsculas. E, como se sabe, o “I” maiúsculo não tem pingo (aliás, parece que muita gente não sabe disso). Quando, séculos depois, inventaram as minúsculas para facilitar a tarefa dos copistas de reproduzir centenas de páginas manuscritas, surgiu um problema: como as letras cursivas, típicas da escrita manual, são todas ligadas entre si (e é exatamente por isso que esse sistema de escrita facilitava a vida dos copistas, já que eles não precisavam levantar a pena do papel para passar de uma letra a outra), dois “ii” se assemelhavam a um “u”, o que gerava ambiguidade, pois o latim tem muitas palavras com dois “ii”.

A solução foi criar um sinal distintivo, no caso, o pingo do “i”. É bem verdade que, posteriormente, com a invenção do trema, os dois “ii” passaram a se confundir com “ü”, mas agora o risco era menor: as línguas que tinham “ii” não tinham “ü” e vice-versa.

Conclusão: colocar um pingo no “i” foi a maneira encontrada pelos monges medievais que passavam a vida copiando livros para distinguir letras diferentes. Desde então, pôr os pingos nos is é sinônimo de distinguir, definir, determinar, e por extensão organizar, enquadrar, esclarecer…

Uma curiosidade: o alfabeto turco tem um “i” com pingo (i, İ) e outro sem pingo (ı, I), tanto na forma minúscula quanto na maiúscula. E as duas letras têm sons diferentes, ou seja, representam fonemas distintos. De quebra, o turco também tem “u” com trema (ü).

Um comentário sobre “Por que pomos os pingos nos is?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s